quarta-feira, 27 de junho de 2012

Neste novo ano

Já passou um ano.
Passei o 1º aniversário sobre um marco da minha existência.
Neste ano pude de facto comprovar os vícios em que somos capazes de viver. As dependências que criamos e não nos damos conta, as ilusões que deixamos fazerem parte de nós.
Neste ano consegui (ainda não na totalidade) largar muitas amarras.
Sinto, não que mudei, mas que de facto sou cada vez mais eu. Estou mais próxima de mim. 
Sou eu a minha autocrítica (e quem me conhece sabe que já é muito... agora imaginem o que era viver com críticas piores que as minhas).
Nós não podemos culpar os outros pelo que somos, mas de facto o que nos rodeia molda-nos, consciente ou inconscientemente (até porque a sobrevivência é instintiva), nós todos somos um pouco camaleões.
E eu vivi quase 12 anos da minha vida num mesmo e único ambiente.
Já não haviam surpresas (aliás a surpresa foi ela mesma a saída), tudo era expectável, fingíamos todos acreditar que aquilo era a nossa vida.
Sinto que passei demasiado tempo no mesmo sitio.
Mas sinto que foi de facto uma grande aprendizagem.
Sinto que sempre soube tudo o que descobri neste ano, mas nunca remei ao contrário. Nunca me obriguei a mudar a maré. 
E agora chego aqui... não tenho opção, tenho de ir procurar novos barcos para remar.
E vou.
Melhor já fui e foi bom... remei e remei e é possível remar em sentidos diferente.
No próximo ano gostava de continuar a descobrir novos e bons sentidos.


Procurei e procurei e procurei uma foto minha, só eu... e a única de à muitos anos, parece ser esta :)
Depois de ter filhas ou estou sempre com uma delas ou colo, ou com cara de quem tem que ir pegar numa delas!!!

3 comentários:

A. M. disse...

Tens uma fotografia tirada em minha casa, que é a que está no perfil do blog, que é bem mais gira que essa :D

Já passou um ano? ...

Realmente muita coisa em ti terá mudado. Espero que te apercebas que, no fundo, no fundo, estás muito melhor e mais feliz. Mereces melhor e só isso diz tudo.

CM disse...

Sim, Anita essa fotografia é super recente e nunca foi usada!!!
E sim já passou 1 ano e mais um bocadinho!!!|

:))))

e é assim tão no fundo, que eu estou melhor?
LOL

A. M. disse...

se é no fundo, no fundo não sei lol O que quis dizer é que podes pensar erradamente que antes "lá" do que em "lado nenhum". Mas isso será apenas nos teus momentos de fraqueza. Porque antes em "lado nenhum" do que num sítio onde és infeliz :)